A carregar Eventos

« Todos os Eventos

Memórias Vividas – Episódio 4/5 – A Censura na Ditadura

Setembro 26, 2023 - Abril 26, 2024

Gratuito

Memórias Vividas é um projeto co-produzido pela Associação Cultural Dancenema, em parceria com a AORCA Ong, desenvolvido no âmbito das celebrações dos 50 anos do 25 de Abril de 1974.

Episódio 1/5 – Angola Guerra Colonial AQUI
Episódio 2/5 – Escolaridade e Mulheres na Sociedade pré 25 de Abril AQUI
Episódio 3/5 – Repressão, a PIDE e a Igreja
AQUI
Episódio 4/5 – A Censura na Ditadura
AQUI

Partindo de um trabalho de pesquisa teatral desenvolvido por Sofia Brito com o Grupo de Teatro Sénior da Junta de Freguesia de Portimão entre 2010 e 2013, foi desenhado este projeto, que se propõe desenvolver uma peça de dança com um elenco de cinco bailarinos profissionais e colaboração e participação da comunidade sénior de Portimão.

Em 2011, uma das pesquisas com o Grupo Sénior foi inspirada no livro “Amor e sexo no tempo de Salazar”, de Isabel Freire, da qual nasceu a peça “Eu sou Eu” focando o tema da “Liberdade”.

Para o presente projeto ‘Memorias Vividas’ propõe-se desenvolver uma peça de dança com o elenco de cinco bailarinos profissionais com a colaboração e participação da comunidade sénior de Portimão.

O ponto de partida em 2023 é uma recolha de testemunhos ‘Memórias Vividas’ durante a época da ditadura – o antes e o depois do 25 de abril – partilhadas em primeira mão pelos que cá estiveram e que ainda estão connosco para deixar o seu legado.

Será construído um espetáculo, em cocriação conjunta de Sofia Brito e Thora Jorge, com a assistência coreográfica de Nilsen Jorge. A presente peça pretende honrar as memórias que não queremos que sejam esquecidas, e trazer aos mais jovens uma maior consciência do valor da democracia e da responsabilidade coletiva que temos.

Celebrar os 50 anos do 25 de abril é de grande importância em tempos turbulentos e de insegurança sobre o futuro coletivo, onde a necessidade de boas diplomacias mundiais, respeito pelos direitos humanos, mesmo quando se praticam jogos de poder na gestão dos recursos naturais.

Proteger a democracia é de maior importância e como comunicar isso mesmo com as novas gerações, para continuarem a cocriar uma vida coletiva pacífica e feliz para todos, valorizando o papel de todos, a liberdade de pensamento e expressão, diversidades culturais e a pertença a um coletivo construtivo.

Além da apresentação ao vivo da peça, o seu processo de criação será registado em vídeo e áudio.

Nas apresentações públicas, na receção da sala onde se realizará o espetáculo, estarão expostos ecrãs onde o público poderá visualizar excertos das gravações realizadas durante a criação, que, no seu todo, serão transformadas num documentário único, inédito e valioso.

Ao longo do processo de criação, pretende-se chegar à comunidade e partilhar pequenos extratos destas gravações, que fortaleçam a reflexão e mensagem: articular com escolas e professores, fomentar debates, e conversas junto das comunidades escolares, transmitir nas redes sociais e inspirar famílias a dialogarem e contarem as histórias das suas vidas, porque os mais jovens não sabem nem imaginam o que realmente foi crescer numa ditadura e por isso não valorizam a riqueza da liberdade e oportunidades que as suas vidas abraçam, e todos os que perderam a vida para nos oferecer este mundo, que precisamos de valorizar e proteger.

Detalhes

Início:
Setembro 26, 2023
Fim:
Abril 26
Custo:
Gratuito

Scroll to Top